EXECUTADOS NO ARAGUAIA


EXECUTADOS NO ARAGUAIA

Cilon da Cunha Brum (Simão) e Antônio Teodoro de Castro (Raul)


Foto: CEV-SP e CEMDP

A Força Tarefa Araguaia denunciou pela terceira vez à Justiça Federal no Pará o ex-militar Sebastião Curió, que comandou a repressão à Guerrilha do Araguaia. O major reformado é apontado pelos procuradores como autor do assassinato de Cilon da Cunha Brum, o Simão, e Antônio Teodoro de Castro, o Raul, em 1974. Segundo a denúncia, ambas as vítimas foram mortas a tiros, após torturas, quando já se encontravam dominadas e amarradas com as mãos para trás. Depois do duplo homicídio, segundo a denúncia, Curió coordenou ações militares com o propósito de sumir com os cadáveres.

Denunciados / demandados: Sebastião Curió Rodrigues de Moura

Instituição envolvida: Exército Brasileiro

Vítimas: Cilon da Cunha Brum e Antônio Teodoro de Castro

Crimes: Homicídio qualificado e ocultação de cadáver

Veja a íntegra da denúncia

Ação penal: 0000208-86.2019.4.01.3901

Principais ações




...
23/04/2012
SEGUNDA DENÚNCIA

...
10/07/2012
TERCEIRA DENÚNCIA

...
29/08/2012
PRIMEIROS RÉUS



...
13/05/2013
CASO MÁRIO ALVES



...
19/05/2014
CASO RUBENS PAIVA










...
03/02/2016
FREI TORTURADO

...
04/02/2016
LÍDER CAMPONÊS

...
29/03/2016
LEGISTA DENUNCIADO

...
07/06/2016
LAUDO FALSIFICADO





...
26/09/2016
CHACINA DA LAPA


...
24/04/2017
LIVRO-RELATÓRIO

...
06/10/2017
SEQUESTRO EM SP



...
11/02/2018
MÉDICO TORTURAVA










...