IDENTIFICAÇÃO EM PERUS


IDENTIFICAÇÃO EM PERUS

Dimas Antonio Casemiro, morto em 1971


Foto: Comissão da Verdade do Estado de São Paulo

Anunciada a identificação, por meio de exame de DNA realizado com apoio da Comissão Internacional Para Pessoas Desaparecidas, na Holanda, dos restos mortais do desaparecido político Dimas Casemiro, assassinado no Doi-Codi, em São Paulo, em abril de 1971. Esta foi a primeira identificação de restos mortais encontrados na Vala de Perus desde 2005 e a primeira desde a criação do Grupo de Trabalho Perus (GTP), pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em 2014. O surgimento do grupo tem relação com a atuação do MPF no caso. Desde 1999, o MPF atua pela identificação dos restos mortais de desaparecidos. Compõe o GTP atualmente o Ministério dos Direitos Humanos, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos, a Unifesp e a Comissão Especial sobre Mortoes e Desaparecidos Políticos (CEMDP).