LEGISTA IGNORA TORTURA


LEGISTA IGNORA TORTURA

O preso político Rui Osvaldo Aguiar Pfutzenreuter


Foto: SDH

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou o legista Antonio Valentini por forjar o laudo necroscópico do preso político Rui Osvaldo Aguiar Pfutzenreuter, dirigente do Partido Operário Revolucionário Trotskista, capturado e morto por agentes da repressão. Apesar dos claros sinais de tortura no corpo, o profissional atestou, com informações falsas, a versão oficial de que o militante morrera após troca de tiros com policiais.

Denunciado: Antonio Valentin

Instituição envolvida: IML

Vítima: Rui Osvaldo Aguiar Pfutzenreuter

Crime: Falsidade ideológica

Ação Penal nº 0009980-71.2016.4.03.6181

Veja a íntegra da denúncia

Principais ações




...
23/04/2012
SEGUNDA DENÚNCIA

...
10/07/2012
TERCEIRA DENÚNCIA

...
29/08/2012
PRIMEIROS RÉUS



...
13/05/2013
CASO MÁRIO ALVES



...
19/05/2014
CASO RUBENS PAIVA










...
03/02/2016
FREI TORTURADO

...
04/02/2016
LÍDER CAMPONÊS

...
29/03/2016
LEGISTA DENUNCIADO

...
07/06/2016
LAUDO FALSIFICADO


...



...
26/09/2016
CHACINA DA LAPA


...
24/04/2017
LIVRO-RELATÓRIO

...
06/10/2017
SEQUESTRO EM SP



...
11/02/2018
MÉDICO TORTURAVA