MPF PARTICIPA DE BUSCAS NO ARAGUAIA


O Ministério Público Federal participou da missão organizada pela Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP) que durante uma semana esteve na região do Araguaia para acompanhar atividades de escavação, fazer o reconhecimento de novos pontos para busca e realizar visitas a locais de memória.

A equipe foi composta por três membros da CEMDP, um médico-perito; uma arqueóloga forense, uma bioantropóloga, três geofísicos e cerca de oito familiares de desaparecidos políticos, contando, ainda, com a colaboração de representantes da perícia oficial do estado do Pará e de professores da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Visando coletar o máximo de informações e potencializar as investigações, os integrantes foram divididos em dois grupos. O primeiro teve como foco atividades de escavação e coleta de depoimentos nos municípios de Marabá e São Geraldo do Araguaia (PA).

O segundo se dedicou ao reconhecimento e georreferenciamento de pontos localizados em cidades mais distantes, onde possam ser encontrados restos mortais, podendo chegar a municípios do estado de Tocantins. Todos os casos são relacionados à guerrilha do Araguaia.