JUIZ E PROCURADOR DENUNCIADOS


JUIZ E PROCURADOR DENUNCIADOS

Homenagem ao militante político Olavo Hanssen


Foto: Sindicato dos Químicos São Paulo

O Ministério Público Federal denunciou três autoridades do regime militar pela morte do militante político Olavo Hanssen em maio de 1970 e pela omissão nas investigações sobre o crime. O ex-delegado Josecir Cuoco é acusado por homicídio duplamente qualificado. Já o procurador da Justiça Militar aposentado Durval Ayrton Moura de Araújo e o juiz da Auditoria Militar aposentado Nelson da Silva Machado Guimarães devem responder por prevaricação. Esta é a primeira denúncia do MPF contra membros do Ministério Público e do Judiciário que atuaram para legitimar as práticas da ditadura.

Denunciados: Josecir Cuoco, Nelson da Silva Machado Guimarães e Durval Ayrton Moura de Araújo

Instituições envolvidas: Polícia Civil, Justiça Militar e Procuradoria de Justiça Militar

Vítima: Olavo Hanssen

Crimes imputados: Homicídio duplamente qualificado e prevaricação

Ação penal 0013000-02.2018.4.03.6181

Leia a íntegra da denúncia

Principais ações




...
23/04/2012
SEGUNDA DENÚNCIA

...
10/07/2012
TERCEIRA DENÚNCIA

...
29/08/2012
PRIMEIROS RÉUS



...
13/05/2013
CASO MÁRIO ALVES



...
19/05/2014
CASO RUBENS PAIVA










...
03/02/2016
FREI TORTURADO

...
04/02/2016
LÍDER CAMPONÊS

...
29/03/2016
LEGISTA DENUNCIADO

...
07/06/2016
LAUDO FALSIFICADO





...
26/09/2016
CHACINA DA LAPA


...
24/04/2017
LIVRO-RELATÓRIO

...
06/10/2017
SEQUESTRO EM SP



...
11/02/2018
MÉDICO TORTURAVA









...